Felicidade na infância reduz doenças mentais na velhice

Pesquisadores da Universidade de Cambridge, na Inglaterra, descobriram que crianças que vivenciam infâncias felizes têm até 60% menos chances de desenvolver problemas mentais quando passam da terceira idade.

Isso porque a felicidade nos primeiros anos de vida melhora diretamente a saúde mental, fazendo com que essas crianças, no futuro, tenham mais facilidades para trabalhar, estudar, conviver socialmente e mantém mais fortes os laços afetivos com os familiares.

Para medir a felicidade ou infelicidade das crianças, professores de escolas britânicas responderam questionários em que deveriam atribuir pontuações para os graus de felicidade, amizade e energia (disposição) apresentados pelos pequenos.

Fonte: Revista NA MOCHILA

educar.png