© por Instituto Noa. Todos os direitos reservados.

Acesse, curta e compartilhe

Instituto Noa

Whats: (15)  99129-4846

contato@institutonoa.org.br

Al. Santos, 1165 - São Paulo - SP

Certificado Selo Social 2015
  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black YouTube Icon
  • Instagram

Pais dizem não passar tempo suficiente com sua família, diz pesquisa

No Brasil, a maioria dos homens com filhos gostaria de passar mais tempo com sua família. Esse é um dos dados apontados por uma Pesquisa realizada pela Catho em homenagem ao dia dos Pais, que mostra que 58,3% deles acredita não passar tempo suficiente com a família.

 

Quando se trata do que mais sentem falta na correria do dia a dia, os resultados mostram que 34,9% gostaria de fazer mais passeios em família, 22,8% sente falta de estar presente em momentos importantes e 21,5% gostaria de participar mais da educação dos filhos.

 

Embora não seja comum o homem deixar de trabalhar para cuidar dos filhos, a pesquisa aponta que 16,1% dos pais deixaram o mercado e destes, 13,6% ficaram mais de dois anos afastados do trabalho. 

 

Quando a pergunta é se ele gostaria de deixar o trabalho para cuidar dos filhos, a maior parte diz que não: 74,2%. “É a cultura ainda do homem provedor da família. Para eles, ainda é difícil parar de ter um salário para ficar em casa enquanto a mãe trabalha”, observa Angélica Nogueira, gerente de Desenvolvimento da Catho. Mesmo, assim, ela observa que há um percentual interessante de homens que gostariam de ficar em casa tomando conta da família.

 

A Pesquisa da Catho de Dia dos Pais entrevistou 157 pais de diferentes regiões do Brasil. A maioria tem idade entre 31 e 35 anos.

 

Fonte: Catho.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Please reload