© por Instituto Noa. Todos os direitos reservados.

Acesse, curta e compartilhe

Instituto Noa

Whats: (15)  99129-4846

contato@institutonoa.org.br

Al. Santos, 1165 - São Paulo - SP

Certificado Selo Social 2015
  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black YouTube Icon
  • Instagram

Rede estadual de SP se mobiliza para o “Dia D” contra o crack nas escolas

Ação inédita da Secretaria da Educação, com apoio da Saúde e Casa Civil, promove palestras e um grande encontro no próximo sábado, dia 20

 

No próximo sábado, dia 20, todas as 2,3 mil unidades de ensino participantes do programa Escola da Família tem um compromisso com a prevenção. A data foi escolhida para ser o “dia D” do projeto inédito “Vamos falar sobre o crack”. A ação tem apoio da Casa Civil e da Secretaria da Saúde e vai orientar criança, jovens e pais sobre os riscos e consequências do consumo da droga.

 

Além da mobilização, ao longo da semana as escolas da rede estadual também estão promovendo discussões sobre o tema. Cada uma teve a liberdade de escolher uma atividade própria. O único pedido é que sejam criativas e com uma linguagem acessível. Dessa forma, são várias as opções de teatro, música ou brincadeira.

 

“Atividades de prevenção e orientação são os primeiros passos no combate às drogas. Estas ações se refletem dentro e fora do ambiente escolar, nas atitudes dos jovens que se tornarão disseminadores destas ações. Projetos como esse incentivam discussões sobre o tema no período de formação dos alunos”, afirma o secretário da Educação, Herman Voorwald.

 

Prevenção também se ensina nas escolas

Programas de promoção da saúde já fazem parte da rotina da rede estadual de ensino. Com o apoio da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), a Secretaria distribui há 20 anos todos os anos o kit “Prevenção também se ensina”.

 

O material enviado a todas as 5 mil unidades conta com 14 publicações, dois DVDs e quatro CDs, todos voltados para o uso do educador, com sugestões de atividades e temáticas como álcool, tabaco e outras drogas; sexualidade e adolescência; consumo consciente e cyberbullying para alunos de todas as idades.

 

Alguns dos títulos são “Álcool, cigarro e drogas”, de Jairo Bouer; “Drogas: maconha, cocaína e crack”, de Ronaldo Laranjeira; “Drogas: mitos e verdade”, de Beatriz Cotrim e “Se liga – O livro das drogas”, de Myltainho Silva.

 

Fonte: Assessoria de imprensa da Secretaria da Educação do Estado de São .Paulo
 

Please reload