Jovens têm dificuldades para escolher futuro profissional

Os jovens brasileiros vivem uma espécie de “pânico” na busca por uma colocação no mercado de trabalho em razão da atual crise econômica e da taxa de desemprego que atinge mais de 25% das pessoas entre 14 a 24 anos (segundo Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada). E é aí que mora o perigo, alerta a coach Nany Martins. “Nesse momento, muitos optam por uma profissão que lhe traga mais retorno financeiro em detrimento de sua felicidade; é o que eles chamam de garantido ou estável”.

É sabido que o sucesso profissional sempre esteve atrelado ao dinheiro, mas esse conceito começou a perder força nos últimos anos, principalmente com as gerações Y e Z. Eles são jovens, nascidos entre a década de 80 e o final dos anos 90, bem informados e entendem tudo de internet e tecnologia. Essas gerações são a promessa de um novo futuro do mercado de trabalho, mas podem ficar estagnadas no passado com o pessimismo do mercado atual, alerta a coach. “Sem orientação, essas gerações podem perder a possibilidade de marcar a história com uma transformação no modelo organizacional e profissional”, ressalta Nany Martins, que defende o coach como uma ferramenta fundamental para desenvolver jovens de sucesso.

“Esses jovens têm uma capacidade incrível de criar e inovar. No entanto, quando estão fora do seu ambiente ideal, retraem sua criatividade e ousadia. Por isso, é tão importante escolher certo. Boas escolhas podem resultar em uma grande carreira, independente da crise”, afirma Nany .

São inúmeros os casos de pessoas que se formam em uma área e depois decidem atuar em outra completamente diferente, ou até mesmo que interrompem a formação para mudar o caminho. Um estudo da Isma Brasil (International Stress Management Association) mostra que 7 em cada 10 pessoas não estão satisfeitas com o seu atual trabalho. Já que os números apontam para um declínio no contentamento profissional, porque não começar corretamente? Segundo Nany, pensar apenas em valores externos e deixar a vocação e a felicidade de lado certamente levarão o jovem para um caminho infeliz, resultando em problemas, não só profissionais, como também pessoais e, muitas vezes, físicos.

A especialista conta que desenvolveu um modelo de coaching específico para universitários e para jovens que estão decidindo qual carreira seguir. As sessões acontecem em diferentes ambientes, de acordo com cada perfil de cliente. Para quem ainda tem dúvidas se está escolhendo o caminho certo, Nany listou algumas perguntas que devem ser feitas:

- Você consegue se imaginar evoluindo dentro dessa profissão?

- Sente paixão pelo que estuda e/ou pelo que faz?

- Consegue manter-se focado nas aulas e/ou no dia a dia do seu trabalho?

- Sente-se empolgado com as atividades que tem que desempenhar?

Se a maioria das repostas forem NÃO, esse pode ser um sinal de que está no caminho errado. Mas não se desespere! Segundo Nany Martins, há tempo para acertar. Busque orientação e não negue a sua vocação. Elas o farão vencer os desafios de uma carreira e até mesmo uma crise econômica.

Fonte: Assessoria de imprensa da Nany Martins.

Acesse, curta e compartilhe

Instituto Noa

Whats: (15)  99129-4846

contato@institutonoa.org.br

Al. Santos, 1165 - São Paulo - SP

Certificado Selo Social 2015
  • Black Facebook Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black YouTube Icon
  • Instagram

© por Instituto Noa. Todos os direitos reservados.